Narcisismo

Author: Alexander Lowen
Publisher: Summus Editorial
ISBN: 8532310834
Size: 70.32 MB
Format: PDF, ePub, Mobi
View: 554
Download
Ao contrário do que diz o senso comum, os narcisistas não amam a si mesmos nem a mais ninguém. Eles não conseguem se aceitar; ao contrário, constroem uma máscara rígida para ocultar suas emoções. Influenciados pela nossa cultura e predispostos por fatores ligados à personalidade humana, os narcisistas costumam preocupar-se mais em parecer felizes do que em sê-lo. Sedutores e manipuladores, estão sempre em busca de poder e controle, deixando de lado os verdadeiros valores do self – autoexpressão, autodomínio, dignidade e integridade. Nesta obra revolucionária, Alexander Lowen usa sua ampla experiência clínica para mostrar que os narcisistas podem recuperar os sentimentos suprimidos e reaver sua humanidade. Por meio da terapia bioenergética, tanto os narcisistas quanto aqueles que convivem com eles encontrarão o caminho para uma existência plena e verdadeira.

Treta Emocional

Author: CARL ALASKO
Publisher:
ISBN: 9789896870188
Size: 23.87 MB
Format: PDF, ePub, Docs
View: 7244
Download

Individualidade Afirmacao E Negacao Na Sociedade Capitalista

Author: Isilda Campaner Palangana
Publisher: Summus Editorial
ISBN: 9788532307682
Size: 15.87 MB
Format: PDF, ePub
View: 2535
Download
Através de um estudo detalhado da história das relações sociais -- principalmente a partir da ordem capitalista -- analisa os rumos e as possibilidades do indivíduo na sociedade moderna, de acordo com os padrões atuais de produção e consumo.

Nega O

Author: Deborah E. Lipstadt
Publisher: Universo dos Livros Editora
ISBN: 8550301205
Size: 74.59 MB
Format: PDF
View: 4493
Download
Nesta história real, Deborah Lipstadt enfrenta no tribunal David Irving – um dos mais conhecidos negacionistas do Holocausto. Acompanhe todo o processo do julgamento enfrentado pela historiadora e seu empenho em ter que corroborar que um dos episódios mais cruéis da humanidade de fato aconteceu. David Irving é um autor inglês que usa métodos pouco ortodoxos de pesquisa histórica em seus inúmeros livros sobre a Segunda Guerra Mundial e o Terceiro Reich, nos quais ora atenua os impactos e as atrocidades dos campos de concentração, ora questiona a própria existência das câmaras de gás. Irving chega até mesmo a negar a existência do Holocausto, que descreve como “uma lenda”. São justamente essas alegações negacionistas que levam a historiadora americana Deborah Lipstadt a descrevê-lo, em seu aclamado livro Denying the Holocaust, de 1993, como “um dos mais perigosos porta-vozes do negacionismo do Holocausto”. Indignado, Irving decide abrir um processo por difamação contra Lipstadt. Agora, a historiadora se vê obrigada a enfrentar, na Inglaterra, uma batalha jurídica que não se restringe à reputação de dois estudiosos, mas que diz respeito ao registro da própria História. Amparada por uma competente equipe de defesa, Lipstadt inicia uma minuciosa análise do trabalho de Irving para mostrar como, a partir de uma postura ideológica, antissemita e racista, ele perverte documentos e registros históricos com o objetivo de “absolver Hitler”. Em Negação, livro que deu origem ao filme homônimo com previsão de estreia para março de 2017, Deborah Lipstadt narra os dias do julgamento em Londres e revela o drama que foi ter de seguir o conselho de seus advogados e ficar em silêncio enquanto seu objeto de estudo e seus princípios eram desvirtuados diante de um tribunal e da imprensa de todo o mundo.

Os Sentidos Do Trabalho

Author: Ricardo Antunes
Publisher: Boitempo Editorial
ISBN: 8575592599
Size: 14.13 MB
Format: PDF, Mobi
View: 446
Download
Em Os sentidos do trabalho, Ricardo Antunes demonstra que a sociedade do trabalho abstrato possibilitou, por meio da constituição de uma massa de trabalhadores expulsos do processo produtivo, a aparência da sociedade fundada no descentramento da categoria trabalho e na perda de centralidade do ato laborativo no mundo contemporâneo. O autor também alerta, porém, para o fato de que o entendimento das mutações em curso no mundo operário nos obriga a ir além das aparências. Ao fazer isso, lembra que o sentido dado ao trabalho pelo capital é completamente diverso do sentido atribuído pela humanidade.

Desmascarando As Teorias Da Nega O Do Holocausto

Author: James Morcan
Publisher: Babelcube Inc.
ISBN: 1507160860
Size: 30.20 MB
Format: PDF, ePub, Docs
View: 3094
Download
Desmascarando as Teorias da Negação do Holocausto, por James Morcan e Lance Morcan com prefácio da sobrevivente do Holocausto, Hetty E. Verolme, visa acabar com o negacionismo de uma vez por todas ao abordar tal fenômeno absurdo. Escrito em estreita consulta com sobreviventes do Holocausto e historiadores da Segunda Guerra Mundial, aqui nenhuma pedra é poupada ao ser meticulosamente verificado os fatos históricos do genocídio. James e Lance Morcan apresentam uma vasta gama de fontes incluindo documentação nazista, relatos de testemunhas oculares, relatórios científicos e provas fotográficas chocantes para calar o debate que os negacionistas desejam criar. Um por um, dos vários argumentos que os negacionistas do Holocausto usam para tentar desacreditar os registros de guerra são cuidadosamente desmantelados e em seguida sistematicamente desmascarados. Entre as teorias a serem desmascaradas incluem: que o número de seis milhões de mortos é um exagero; extermínios câmaras de gás são fictícios; Adolf Hitler e o Terceiro Reich são indevidamente difamados; a análise de registros do Holocausto sendo um tabu devido a leis específicas na Europa que criminalizam os negacionistas; os "Sionistas do Mal" e Israel sendo tão poderosa, que eles podem censurar a história. O Holocausto é mostrado nas páginas deste livro como um dos mais bem documentados e historicamente mais comprovado crime do século XX. No processo, muitos dos mais famosos negacionistas do mundo, incluindo o desonrado historiador britânico David Irving e o ex-Presidente do Irã, Mahmoud Ahmadinejad, são revelados de serem nada mais do que antissemitas procurando denegrir, minar e desmoralizar a população judaica do mundo. Nesta esclarecedora leitura que cobre mais de dois milénios de história mundial, o antissemitismo é mostrado não apenas de ser a raiz de cada forma de negação do Holocausto, mas também a razão para a perseguição

A Nega O Da Morte

Author: Ernest Becker
Publisher: Editora Record
ISBN: 9788501034175
Size: 16.33 MB
Format: PDF
View: 5938
Download
De todas as inquietações que movem o ser humano, a mais forte e determinante é o medo da morte. O temor, que o acompanha desde que assomam em sua mente as primeiras noções de mundo, é a mola mestra de quase todas suas atividades, assim como a principal fonte de angústia. Ernest Becker baseia-se, entre outros, em Freud, Jung e Rank para abordar o problema da mentira vital - a tendência humana de reprimir o reconhecimento da mortalidade. A negação revela-se a fonte inequívoca de grande parte do comportamento ocidental moderno, assim como de seus problemas. 'A negação da morte' é uma leitura estimulante. Não só para o público especializado, como também para todos aqueles que desejam, desvendar os misteriosos mecanismos da psique humana.

Deus E Caravaggio A Nega O Do Claro Escuro E A Inven O Dos Corpos Compactos

Author: Carlos Vidal
Publisher: Imprensa da Universidade de Coimbra / Coimbra University Press
ISBN: 9892607473
Size: 61.66 MB
Format: PDF
View: 6349
Download
Tenta-se neste estudo desmitificar a vida e obra de Caravaggio, para que, desse modo, seja mais efectiva a leitura das suas obras e invenções pictóricas: portanto, o mito dá aqui lugar a uma leitura rasante à pintura. Defende-se que a visão do mundo do autor é influenciada pela espiritualidade da época: por S. Filipe Néri, nomeadamente (por sua vez influenciado por Francisco de Assis). Por outro lado, como alguns biógrafos atentos à documentação disponível já o indicaram, a vida violenta do pintor foi antes uma vivência no seio do clima violento da Roma de então. A sua ausência de produção desenhística não se pode relacionar com qualquer tipo de ausência de reflexão formal ou composicional. Antes enfatiza as particularidades da sua pintura. O que é reforçado pelas suas invenções luministas. Estas invenções não simbolizam, nem apenas modelam. A luz de Caravaggio não é “instrumental”. Ela é pictórica. E apenas na pintura encontra as palavras que a explicam. E será através desta concepção moderna do seu ofício que o pintor vai procurar relacionar-se com as figuras da sua devoção.